Monday, December 26, 2005

Che Emo do Séc. XXI



CHE EMO DO SÉC. XXI : Qualquer semelhança é mera obra do acaso.

Porque o ícone de uma nobre filosofia de vida - não só uma ideologia de forma de governo - que nasceu para afundar, virou pop. É um sinal que o mundo não existe pra ser mudado. Infelizmente.

Monday, December 19, 2005

Vinicius ajuda a viver

Err.. Oi!

(sem graça)

Bem, eu tinha dito que não ia postar mais, né? Pois então, cá estou eu! É que eu achei uma coisa realmente muuuito boa para não dividí-la com o mundo, seria egoísmo e eu não conseguiria dormir à noite! huah E adivinha sobre o que é? Nem precisa dizer, né?

Sabe aquela limpa no quarto que todos damos antes do ano acabar? Aquela que você sabe que devia ter feito pelo menos uns 3 meses antes, mas sempre adia para quando chega dezembro? Estava eu começando a fazê-la, mexendo na minha pasta de recordações-coisas inúteis-coisas interessantes-coisas fofas-e cia. quando me deparo com um recorte do Jornal do Brasil do dia 6 de dezembro deste ano. Era uma coluna do Osmar Salomão : "Vinicius ajuda a viver" e muitas frases parecem tiradas dos meus mais íntimos pensamentos. Aqui estão elas :


"Faz uns cincos anos que Vinicius de Moraes se tornou, para mim, Vinicius de Moraes. Conhecia o nome, claro, suas músicas, alguns poemas (sobretudo os infantis). Mas tudo apenas de relance.
...
"Uma pessoa que viveu sem se preocupar com padrões e regras vigentes. Pelo contrário, parecia repudiá-los. Queria viver a vida. E vivia com um objetivo em mente: ser feliz. Talvez, por isso, eu não concorde com Chico quando diz não imaginar o poeta nos dias de hoje. Talvez não se tenha mais o ''porralouquismo'' e a mesma inocência dos anos passados. Mas Vinicius parecia não depender disso. Vinicius não era decorrência do lugar em que vivia, ele transformava o lugar, o seu entorno, de acordo com o seu gosto. Ao contrário do que se apregoa, Vinicius não é para ser visto com a nostalgia de um tempo que só existiu na lembrança, mas como um guia, como dica de como se viver a esperança. Como disse Ferreira Gullar, Vinicius ajuda a viver."

Thursday, December 15, 2005

Então...

Olá, senhoras e senhores!

Eu queria ter escrito isso antes, mas não deu e nem me lembro porque razão...

Bom, o negócio é o seguinte, estava eu inocenteente sentada no carona, voltando de mais uma andança no shopping para as adoráveis compras de Natal. Inocentemente. Vou descer do carro, mas antes dou uma olhadinha dentro de uma sacola de compras que estava no meu colo, lá havia um adesivo juntando aquele papel seda que envolve a sua roupa nova com os dizeres : "Love Yourself".

Aaaah vão catar cocos todos! Isso deve ser uma conspiração contra a minha pessoa, só pode ser! Porque até uma loja tem que me dar conselhos sobre dar mais valor a mim mesma, hein?

Bom, mas aquilo realmente me tocou - juro! Não sei bem se foi a trilha sonora (Iris, Goo Goo Dolls) ou então a depressão pós-domingo-chuvoso, ou se era aquilo que eu estava esperando há algum tempo.

Whatever, eu só escrevi isso aqui pra dizer que eu realmente acredito nessas besteiras todas de destino, que não são tão besteiras assim... Mas também não quero tornar este blog chato, mais um daqueles "diários virtuais de um adolescente apaixonada e revoltada com o mundo".

Por isso acho que tomei uma decisão importante : abandonarei meu amado bloguinho, salvo que eu tenha alguma coisa realmente muito interessante para postar.

Bom, dada a notícia da minha aposentadoria, espero que vocês fiquem muito tristes e rezem pra que, como todas as outras decisões da minha vida, eu me renda e essa minha abstinência de posts não demore muito!

Friday, December 09, 2005

Geopolítica

Ontem estive estudando (agora é a hora de levar a parada a sério), então não pude vir aqui comentar sobre uma das melhores aulas de Geografia da minha vida. Na verdade, todas as deste ano foram as melhores da minha vida e eu vou explicar o porquê. O Ivan é um cara bem legal, aqueles idosos por dentro de tudo. Nasceu na Itália, viveu a 2ª G.M. na pele, conheçe nosso país muuuito bem, compra ações, dá aula em 2 colégios, é ruivo, enfim, não sei mais qualidades pra ele. Mas este querido professor é um cara muito vivido e que gosta de ensinar, e que não ensina Geopolítica, ensina a vivermos em nosso país (até porque ele acha que isso é matéria para o professor de História). Ontem ele deveria ter dado uma aula de revisão da matéria deste - ainda - 3º bimestre, mas acabamos discutindo a situação política do Brasil, as atitudes do governo Lula e ele nos contou um pouco sobre a 2ª Guerra também. Aqui estão as minhas anotações no caderno nesse dia :

Marco Aurélio (alguma coisa), relações exteriores

=> virou necessidade
PREPOTÊNCIA Bolívia, Venezuela, Zaire
Mas com a Argentina na nossa cola também, né?

Soldadinhos alemães, e os italianos com bota de papelão congelando!

=)

ai, ai rapid hope loss ..

Neo-liberalismo + Esquerdistas = Lula Sem-Dedo (deu com burros n'água)


Se o Brasil continuar a esperar as coisas passarem vai perder o Bonde que nem perdeu o da 3ª Revolução Industrial


(flores) (estrelas) (carol's) (b's)

soninho zzz...

(Acabou!!)


Bom proveito pra vocês!

Wednesday, December 07, 2005

72 º

Após 20 anos de blog resolvo postar algo extraordináriamente útil !



carolbrucarolbrucarolinabrunellicarolcarolinacarolinabrunellibizzini
inacarolbrucarolinabizzinibizzinicarolbrueuuuu!

E VIVA A ESCOLA DE VERÃO PEDRO II ! \o/



(Por motivos de força maior - a qualidade do meu "template" - tive que editar este post, mas ficou bonitinho mesmo assim...)

Tuesday, November 29, 2005

Bugs Bunny... ?


Mais um daqueles testes sobre "Quem de não sei o que você é?", mas com uma resposta inesperada!

Which cartoon character you are most like?

You are Bugs Bunny!

You are fun, friendly, and popular.You are a real crowd pleaser. You have probably been out on the town your share of times, yet you come home with the values that your mother taught you. Marriage and children are important to you, but only after you have fun. Don't let the people you please influence you to stray.

http://www.jeeze.com/funstuff/cartoonquiz/

Monday, November 28, 2005

Cinema

Para quem odiava ir ao cinema, ficar mais de 15 minutos lendo o Segundo Caderno e descobrir mais filmes interessantes do que dias na semana é, no mínimo, intrigante.

1. Cinema, Aspirinas e Urubus - Estação Paissandu : 17h, 19h
2. Coisa Mais Linda - Casa de Cultura Laura Alvim : 16h 20, 18h 40
3. Quem Somos Nós? - Estação Botafogo : 17h 10, 19h 20
4. Vida de Menina - Casa de Cultura Laura Alvim : 16h 20
5. O Fim e o Princípio - Unibanco Arteplex : 14h, 16h, 20h
6. Oliver Twist - Rio Design Leblon : 16h, 18h 30, 21h
7. O Jardineiro Fiel - Casa de Cultura Laura Alvim : 16h, 18h 30, 21h
8. Uma Vida Iluminada - Estação Ipanema : 15h 10, 17h 20, 19h 30
9. Signo do Caos - Unibanco Arteplex : 13h
10. Senhor das Armas - Casa de Cultura Laura Alvim : 21h

- Estas não são as únicas seções destes filmes, apenas coloquei aqui as que melhor se encaixavam na minha limitadíssima agenda.

Sunday, November 27, 2005

??

Siiim, eu te permito se perguntar "o que raios esta menina está fazendo 3 e meia da manhã escrevendo no blog?". É que deu vontade!

Sei lá, eu sei ques este treco é pra lá de Bagdá de inútil, mas eu acho legal às vezes. Mas só às vezes. Quando se torna uma obrigação é foda, ninguém mais quer fazer nada, ai quando se torna interessante/maneiro/convidativo todo mundo sai correndo pra fazer.

Outro dia eu tava pensando (e olha que isso é um milagre, uma vez que meu colégio está em greve e meus neurônios também), o que é a vida a não ser um monte de obrigações que a gente foge, regras que a gente burla e interesses que a gente corre atrás? Se você for pensar bem sobre esse assunto vai acabar não chegando em conclusão alguma, como eu, mas vai tentar viver intensamente cada segundo. Perceba!

É porque, sinceramente, nada vale a pena. Tudo tem seu lado bom, tudo tem seu lado ruim, tudo é um sim e um não e ponto final.

Já tô sonhando, boa noite.

Friday, November 25, 2005

Vinicius

Apaixonante. Doce e inovador. Mas ao mesmo tempo comum. Como havia de ser.
Diferente dos outros documentários sobre Vinicius já feitos, o tira do pedestal, o transforma em um ser humano, têm-se a sensação de que ele está sentado na poltrona ao seu lado. Uma mistura de depoimentos de amigos, fotos, vídeos, a mesma receita com um resultado surpreendente.

Um Vincius filho
Um Vincius católico
Um Vincius diplomata
Um Vincius culto
Um Vincius poeta
Um Vincius músico
Um Vincius marido
Um Vincius amante
Um Vincius pai
Um Vincius amigo
Um Vincius intenso
Um Vincius bêbado
Um Vincius doente
Um Vincius infeliz
Um Vincius apaixonado
Um Vincius amigo
Um Vincius negro
Um Vincius do Candomblé
Um Vincius parceiro
Um Vincius preocupado
Um Vincius depreocupado
Um Vincius desapegado ao dinheiro
Um Vincius cansado
Um Vincius especial
Um Vincius de Moraes

Wednesday, November 23, 2005

Só mesmo Vinicius

Só mesmo Vinicius. Eu cheguei a comentar que ele é a minha paixão? Com tantas mulheres, tantos amores, nos meus sonhos eu fui um pouco de tudo dele. Um cara inteligente, romântico, sagaz, perspicaz, irônico, engraçado, amigo, companheiro, amante... Tudo isso e mais um pouco é o meu Vinicius. E só mesmo ele, só Vinicius poderia realizar mais um sonho meu. Amanhã vou ao cinema sozinha! Cansei de esperar, preciso ver esse filme comigo mesma.


"Mas ao vê-lo assim tão triste e só
Sou eu que estou chorando
Lágrimas iguais
E, a vida é assim, o tempo passa
E fica relembrando
Canções do amor demais
Sim, será mais um, mais um qualquer
Que vem de vez em quando
E olha para trás
É, existe sempre uma mulher
Pra se ficar pensando
Nem sei... nem lembro mais"

Sunday, November 06, 2005

Show do Leoni

O ex-Kid Abelha Leoni se apresenta nesta terça no Fashion Mall, para mostrar o repertório de seu último CD Audio-retrato.

O show reúne vários sucessos gravados na época do Kid Abelha, como Fixação e Lágrimas e chuva.

O Fashion Mall fica na Estrada da Gávea 899, São Conrado. Terça, às 20h. A entrada é gratuita.


(Eu vou! \o/)

Monday, October 31, 2005

Agora pode dizer que eu mudei.

Depois de tanto tempo sem postar nada, muitas coisas me passaram pela cabeça, mas nada é muito importante.

. TWO WRONGS MAKE IT ALL ALRIGHT TONIGHT ! *

Tanta coisa aconteceu, poxa eu fui feliz de verdade, e isso não me deixa pensar que estava sendo enganada e usada, não é possível que ele pode ser assim comigo, depois de tudo o que a gente conversou. Mas hoje eu me vejo querendo seguir em frente, fazer tudo que eu deixei de fazer, sorrir tudo que eu deixei de sorrir. Será que eu ainda gosto de verdade ou só não quero perder? Tudo passa, e tudo vai ser como é para ser. O importante é aproveitar o agora, como diria a minha vó, eu sou muito nova para me preocupar com o futuro. Um dia a minha juventude vai ter passado e eu não aproveitei. ENTÃO ME DEIXA! Parem de me controlar, de dizer o que é certo, o que é errado. Eu vou fazer o que eu tiver afim, o que me for conveniente na hora. Eu só quero é ser feliz, só isso.


Vou fazer tudo o que eu quero, vou me esforçar em todas as tarefas, vou vencer! \o/

Quem quiser meu bem, que fique do meu lado, que me apóie, serei eternamente grata. Mas se não quiser, não se force a isso, consigo me virar sozinha.



"ACHO QUE O IMPERFEITO NÃO PARTICIPA DO PASSADO."

Monday, October 24, 2005

SIM!

Sim, mesmo achando absurdamente fora de questão este referendo, votei ontem.
Sim, temos tantas verdadeiras prioridades em um país que caminha para a ruína e mesmo assim gastamos milhões com uma coisa que poderia muito bem ser imposta.
Sim, o NÃO venceu.
Sim, minha vontade não foi a mesma que mais de 60% de meus conterrâneos que votaram.
Sim, já ouvi muita coisa por ter essa postura, mas acredito que votando NÃO votamos para tudo continuar como está, se pelo menos há uma possibilidade de mudança devemos agarrá-la e lutar com unhas e dentes para que seja uma boa mudança.
Sim, tudo continuará como está.
Sim, eu ainda tenho esperanças em nosso país.
Sim, sei que tudo é uma questão de evolução e que a estamos vivendo.

Thursday, October 20, 2005

Sabe aqueles dias?

Depois do mergulho no mar foi melhor mesmo não sair de casa.

Dormi na casa do meu avô. Passavam-se das 10 da manhã, meu bem-amado tio entra no quarto, bate todas as portas possíveis, sai. Meio-dia levanto. Com o pé esquerdo. Sim, o desgraçado, se não pior, do meu tio desligou o computador pelo maltido botão (eu havia deixado-o ligado) e me fez o favor de quebrá-lo! E lá vou eu, com um mau-humor fora do comum, abrir o CPU. Sangue. Após quase perder o dedão consigo ligar o computador. Troco de roupa e vou à cozinha. A lata de coca-cola explode em cima de mim. Vou comprar uma, no mercado. Tomo uma coca quente. Resolvo ir para casa. Meu tio trancou as minhas roupas no quarto. Discussão. A caminho de casa uns paraíbas bem charmosos da rua do Banana Jack mexem ousadamente em excesso comigo. Não almoço. Quase perco o meu encontro. Vou dar um mergulho no mar para ver se espantava essas coisas ruins. Me atraso para o encontro. Perco outro. Ixii..!

Depois do mergulho no mar foi melhor mesmo não sair de casa.

Wednesday, October 19, 2005

Os Vegetarianos Agradecem

Sim, você viu no Festival e agora verá nas telonas de quase todo o canto do país. Um filme leve, engraçado, sutil e até crítico.
O primeiro longa de terror vegetariano já visto! Para quê tanta carnificina, não é mesmo amigos vegetarianos? Para quê, se existem um monstro-coelho-assustador que acaba com toda a preciosa plantação?
Quem não foi ao Festival, assista no cinema. Vale a pena. As Inacreditáveis Aventuras de massinha de Wallace e Gromit, dos mesmos produtores de "Chiken Run", breve em cartaz.





Queria ter escrito algo menos leviano hoje, acordei de mau-humor, doente e com os nervos à flor da pele! Mas...

Sunday, October 16, 2005

Mu Dar ?

Eu havia me proibido de escrever hoje, mas eu resolvi burlar mais essa regra.

Vontade de mudar todo mundo tem, mas fazer acontecer de verdade poucos tem coragem. Enfrentar o mundo com a sua nova máscara é difícil, meu caro, mas eu havia prometido para mim que não dá mais para ser eu mesma.

Viu, eu já estou sendo eu mesma? Como faz esse treco funcionar?? Vou fazer uma listinha em letras garrafais das atitudes ideais e colar no meu "mural de fotos" rosa chokin, de repente assim dá certo.

Baleeela! As mudanças vem aos poucos, com as nossas experiências, com os pequenos atos, e é quando estamos contra à parede, precisando tomar uma decisão, que sabemos quem realmente somos. Têm épocas que mudamos mais, que nos fazem mudar mais, e têm outras que tudo é uma calmaria stressante e aí começamos a fazer planos impossíveis para nos tornar outras pessoas.

Hoje cedo estava lendo a minha agenda do ano passado, cheia de adesivos, porpurinas e letrinhas fofas e coloridas. Sabe quando eu faria isso hoje? Nunquinha! Eu era assim, beeem assim, e sei lá se preferia que fosse assim, mas aí eu começo a escrever essa história toda de mudar e vejo que, no final das contas, eu já mudei!

Concluindo o que eu mal falei, acho que as pessoas só buscam sempre o novo porque esse mundo é muito vazio, muito cheio das mesmas coisas, dos mesmos esteriótipos que tanto odeio, aquelas coisas de gente pop, e buscar porque querem ser felizes, querem viver a vida mais linda, tanto, ou menos, que eu.

(Repare na repetição do "que")

Tuesday, October 11, 2005

Quando eu voltar

Estou partindo para um temporada em Saquarema, curta, mas uma temporada boa! Aquela cidade me dá um gás diferente para mudar as coisas, eu não sei explicar muito bem não.

É Babs, a minha versão que estávamos falando aquele dia ainda não apareceu, mas aparecerá em breve.

Então vocês que me aguardem, porque haverá A revolução! Sim, serei uma revolucionária, não uma comunista, REVOLUCIONÁRIA! (Até porque eu tenho a leve impressão de ser bem Girondina.)

Sunday, October 09, 2005

Saturday, October 08, 2005

Errar, Ser feliz, Viver

Escrever sobre o que eu quero não é nada fácil. Ainda mais para quem não nasceu com o dom das palavras, como eu. Esse também é um momento pouco propício para eu tentar desenvolver a minha técnica. Mas a vida é para ser vivida e os erros para serem cometidos.

E é para isso que eu vim ao mundo, para errar.

Será mesmo?

Às vezes penso que esse ano foi o mais insano, o mais errado, o mais irracional que vivi, mas também foi o que eu mais aproveitei, mais me diverti, mais vivi coisas novas e que gostei muito. E agora que uma parte acabou eu me pergunto : Eu fui mesmo feliz? Se foi para errar tanto, porque eu não tentei outra maneira?

Eu não quero que me falem o que eu quero ouvir, mas também respeito a opinião de cada um. Os fins justificam os meios?

Me sinto uma adulta wannabe desse jeito, uma fracassada, aquela que não soube aproveitar cada segundo da sua vida. Se, se, se... Se já morreu. E eu tô viva! Mal tenho 17 anos e quero consertar o mundo? Falem o que falam, pensem o que queiram pensar, se eu errei, azar, feliz fui eu. Se aproveitei, então já valeu a pena. E se fui infeliz, foi bom também, porque ai eu não repito e faço direito da próxima vez. Porque o mundo é fruto de experiências, a vida é uma sequência interminável de experiências. Faça a coisa errada, pense a coisa errada, fale a palavra errada, beije o cara errado, goste da pessoa errada, acorde na hora errada, escreva a resposta errada, beba a coisa errada, viva o momento errado.. Um dia você vai acertar, pode ter certeza!

SIM, os fins justificam os meios, se você suportar o peso das consequências.

O mundo é cheio de armadilhas para os fracos, mas ele está ai para ser vivido. E quanto maior o sofrimento, maior o ganho.

Tuesday, September 27, 2005

Musa de Geladeira

Droga! Porque raios eu joguei fora aquela foto da Daniela Cicarelli?? Minha musa desde 2002/2003, quando começou a aparecer por ai naquelas propaganda da Vivo (era ainda Telefônica na época?). Altos e baixos, carecas e dentuços, ela continua linda, loira, alta, magra, aquela boca ligeiramente maior que o comum (que delícia de eufemismo!), programas na MTv e com uma conta bancária longe de se parecer com seu corpinho. Eu? Admirando sua beleza e, agora, sua postura : "Agora eu vou me casar embaixo da ponte!" Continuando aquele papo de futilidade, ideais de beleza inalcançáveis e sua influência em minha pessoa, não poderia deixar de falar dela : Cicarelli. Sabe aquele tipo de pessoa que você coloca uma foto na porta da geladeira para se sentir bem culpada?

E por falar nesta última, após um preguiçoso despertar ao meio-dia, abro-a e me pergunto : "O que será que vai ter de almoço hoje?" Nem me dou ao trabalho de perguntar, como se adivinhasse meus pensamentos a minha empregada diz : "Frango à milanesa e arroz de championon, Carolina..." Abobrinha e brócolis cozidos, com coca-cola para acompanhar. Delícia! E no final, como resistir àquela atrativa embalagem lilászinha de ameixas cobertas com chocolate (light!)?

É, eu não nasci para fazer dieta... Malhar então é a solução!

Mais uma vez, me prendo a este mundo. Em busca do corpo perfeito da minha musa de geladeira. Porque não adianta se revoltar e ter só conteúdo. A sociedade é assim, e como boa estudante de sociologia, sei, e cada vez mais, que não tem jeito, não é certo nem errado, é cultural.

E porque eu aderi? Porque é para mim. Eu tenho esta cultura também e quero me sentir bem! É mais para mim do que para os outros, é eu me olhar no espelho e não pensar que podia ter menos gordura aqui, mais bunda ali, é não fechar os olhos para os defeitos da natureza em meu rosto e sim aceitá-los e disfarçá-los. Eu quero ir à praia e tomar sol como se fosse uma atriz americana em Saint-Tropez, quero sair e me sentir a própria garota de Ipanema caminhando nas ruas.

Eu quero ser perfeita SIM! E vou buscar isso. Pode chamar de futilidade, neurose ou qualquer outro termo mais científico/psicológico. Para mim, a felicidade a gente que cria, vive e luta. E se eu sou feliz assim, ninguém me tira daqui!

Monday, September 26, 2005

Working Out!

Na falta do que falar, melhor é não falar nada.

Mas teimosa do jeito que sou, e sempre fui, escreverei.

Escreverei porque faz 1 hora que cheguei da academia, aquele mundo que, acredito eu, no quesito futilidade só deve perder para o salão de beleza.

Passo, no mínimo, 4 horas por dia lá. Podem chamar de vício, determinação, ou neurose. A cada dia sei que não é disso que eu preciso na minha vida, mas que é necessário. Necessário para a minha dose de futilidade diária, não sei mais viver de outro jeito. E se é culpa minha eu não sei, a verdade é que eu acredito piamente que não é. Ponho a culpa na minha mãe por me fez crescer em Ipanema, nos meu amigos por me prenderem nesse mundo, até mesmo no meu bairro, por ser assim tão atrativo. Tudo menos eu!

E agora, eu fico com preguiça de pensar em alguma solução... Aaaah que sono!

Quando der eu termino, tá?

Thursday, September 22, 2005

Ó, é pra comentar aqui, Babs!

[Devidamente acentuado, agora que editei em casa. Aff... Estágio chato!]




Carol Bru disse...

E eu aqui nessa porcaria de Museu! ha ha ha

Eh soh para dizer (meus acentos sao "h" no Museu pq esse comp aqui minha filha.. soh sendo de um museu msm! hauha) q eu queria muuuuuuuuuitississimo (assim, demasiadamente) assistir alguns filmes do festival, mas pelo oq andei lendo.. QUERIA.. Falei bem!

Me ajuda Baaabs!

Vai respondendo por aqui mesmo ou entao.. Tive uma ideia melhor! Vou criar um post soh para a gnete se comunicar atraves de comentarios lah no meu blog!

Ai vc me diz.. Serah q eu ainda consigo assisitir algum misero filme?????Soh nao vale ser um estrangeiro do tipo "olha a guerra, minha cara" pq desses eu jah estou saturada! ahuhauh

Bjaao.. *

22 Setembro, 2005 13:10




E ai eu clico em "Sim", permitir novos comentarios nesta postagem, e ai pronto!